As Quatro Espécies e a Festa de Sukot

Na Festa das Sukot, ordenou HaShem ao povo de Yisra’el (Lv 23:40):

 וּלְקַחְתֶּ֨ם לָכֶ֜ם בַּיּ֣וֹם הָרִאשׁ֗וֹן פְּרִ֨י עֵ֤ץ הָדָר֙ כַּפֹּ֣ת תְּמָרִ֔ים וַעֲנַ֥ף עֵץ־עָבֹ֖ת וְעַרְבֵי־נָ֑חַל וּשְׂמַחְתֶּ֗ם לִפְנֵ֛י יְהוָ֥ה אֱלֹהֵיכֶ֖ם שִׁבְעַ֥ת יָמִֽים׃

“E tomareis para vós, no primeiro dia, o fruto de árvore majestosa, folhas de palmeiras, e ramos de árvore frondosa, e salgueiros do ribeiro; e vos alegrareis diante de ADONAI, vosso Elohim, por sete dias”.

Com fundamento no verso citado, a cada dia da Festa de Sukot (exceto no Shabat), na parte da manhã, há uma mitsvá de segurar Arba Minim (Quatro Espécies) e agitá-las para saudar a HaShem.

As Quatro Espécies são:

1) Lulav: ramo de palmeira;

2) Hadassim: galhos de murta (pelo menos três);

3) Aravot: salgueiros (dois ramos);

4) Etrog: fruta cítrica (geralmente se usa limão siciliano).

Existem diversas simbologias para estes quatro elementos, que estudaremos posteriormente. Mas um sentido primário, extraído do Midrash, é que cada espécie representa um tipo diferente de judeu, e todas as Quatro Espécies reunidas simbolizam a unidade e harmonia que deve existir no povo de Israel.

Três elementos (Lulav, Hadassim e Aravot) são atados, conforme ilustrações a seguir:

 

 

 

Apesar de Lulav ser apenas uma das quatro espécies, quando as espécies estão reunidas, todo o conjunto é chamado de Lulav. Portanto, chama-se mitsvá de Lulav a agitação das quatro espécies.

O âmago da mitsvá de Lulav na Festa das Sukot é segurar as Quatro Espécies juntas nas mãos, e agitá-las em todas as quatro direções dos pontos cardeais, inclusive para cima e para baixo. Ensina o Talmud:

“São movidas para frente e para trás para Aquele a quem pertencem as quatro direções; para cima e para baixo para Aquele de quem são os Céus e a Terra. Isto significa que as Quatro Espécies são uma alusão a HaShem ter criado toda a existência e que não há nada além d’Ele”.

Também há o entendimento que a agitação de Lulav em todas as direções significa que HaShem é onipresente, e deve ser saudado em todos os sentidos (leste, sul, norte e oeste) e também acima e abaixo. HaShem está em todos os lugares! O Rei dos reis e Senhor dos senhores deve ser saudado em todas as direções! 

Como adquirir o Kit com as Quatro Espécies?

1) Como primeira opção, a pessoa pode importar diretamente de Israel um Kit kasher ou comprar em Sinagogas que já receberam as quatro espécies da Terra Santa;

2) Caso não seja possível, a pessoa pode montar o seu próprio Kit, conforme as ilustrações acima. Para tanto, precisará de 1 (um) ramo de palmeira (Lulav), pelo menos 3 (três) galhos de murta (Hadassim), 2 (dois) ramos salgueiro (Aravot) e 1 (um) limão siciliano (Etrog).  Depois, basta fazer a montagem, de acordo com as fotografias acima. Em relação à amarração, existem várias tradições distintas, mas a ideia principal é que deve ser a mais bonita possível. Então, você poderá usar a sua criatividade e fazer da melhor maneira possível.

 

Vejamos o procedimento para se cumprir a mitsvá de Lulav.

Ficar com o Lulav (três espécies atadas) na mão direita e Etrog na mão esquerda (o Etrog está com a ponta para baixo).

Fazer a b’rachá:

בָּרוּךְ אַתָּה יְהֹוָה אֱלֹהֵינוּ מֶלֶךְ הָעוֹלָם אֲשֶׁר קִדְּשָׁנוּ בְּמִצְוׂתָיו וְצִוָּנוּ עַל נְטִילַת לוּלָב

Baruch atá ADONAI Eloheinu mélech haolam asher kidshanu bemitsvotav vetsivanu al netilat Lulav.

Bendito sejas Tu, ADONAI, nosso Elohim, Rei do Universo, que nos santificaste com os seus mandamentos e nos ordenaste segurar o Lulav.

 

No primeiro dia da Festa das Sukot, acrescenta-se a seguinte b’rachá: 

בָּרוּךְ אַתָּה יְהֹוָה אֱלֹהֵינוּ מֶלֶךְ הָעוֹלָם שֶׁהֶחֱיָנוּ וְקִיְּמָנוּ וְהִגִּיעָנוּ לַזְּמַן הַזֶּה

Baruch atá ADONAI Eloheinu mélech haolam shehecheyanu vekiyemanu vehigianu lazeman hazê.

Bendito sejas Tu, ADONAI, nosso Elohim, Rei do Universo, que nos conservaste em vida, nos sustentaste e nos fizeste chegar a este tempo [festivo]. 

 

Vira-se o Etrog para ficar com a ponta para cima e há a união do Lulav (três espécies atadas) e do Etrog com as duas mãos.

Agitação do Lulav segundo Arizal:

Sempre sempre são esticados os dois braços e são realizadas 3 agitações na seguinte ordem:

– 3 agitações para frente na direção do leste;

  3 agitações para a direita;

  3 agitações para a esquerda;

– 3 agitações por cima da cabeça;

– 3 agitações para baixo;

– 3 agitações para trás.

Don`t copy text!