Coach (Força): Parte 1

Mussar e Midot Tovot

Meditação sobre os atributos do caráter já estudados:

Como tem sido a sua prática da gratidão, zerizut (zelo, entusiasmo, agilidade) e alegria?

Midá da semana:

Hebraico: כֹּחַ  (Coach) = Força.

Pirkê Avot 4:1: 

“Quem é forte? Aquele que domina sua má inclinação”.

Cada um possui uma fraqueza pessoal, já que os seres humanos são diferentes. Porém, todos devem dominar a inclinação para o mal. Isto é a pessoa verdadeiramente forte!

Infelizmente, existem pessoas muito boas em dominar a inclinação para o mal dos outros (elas olham os defeitos dos outros), mas precisamos dominar a nossa própria yetser hará (inclinação para o mal). Devemos olhar para nós mesmos.

O Tsadik (justo) é aquele que consegue subjugar os seus desejos, ainda que a sua vontade pessoal, usada por yetser hará, o tente a fazer algo que é errado.

Um perigo é alguém se acostumar com o pecado. Geralmente, quando a pessoa comete um pecado a primeira vez, ela se sente culpada, sente-se mal por aquilo. Aí ela repete e repete. E a inclinação para o mal fala para a pessoa: “Viu só, não aconteceu nada, você pecou e não sofreu nenhum prejuízo”. Então, a pessoa termina se acostumando com o pecado, pensando que não lhe fará mal, porém, isto é uma estratégia de Sitra Achra (O Outro Lado, as Forças das Trevas).

Frase da semana: Eu sou forte como um leão.

Prática: Medite e estabeleça na prática o limite entre o que você deve e o que você não deve fazer, e se esforce para controlar a sua inclinação para o mal. Seja forte como um leão. 

Anotações (diário): Anote suas observações pessoais acerca da prática deste ensinamento.

Don`t copy text!