Quem é o Leviatã mencionado no livro de Jó?

Pode ser uma imagem em estilo anime

 

Resumo da aula ministrada em 03/11/2021

Jó 3:8: “Amaldiçoem-na aqueles que amaldiçoam os dias, que estão prontos para suscitar o Leviatã” (hebraico = לִוְיָתָֽן = Liviatan).

Segundo a mitologia antiga, Leviatã é um monstro marinho que foi subjugado por Deus em tempos antigos.

Este pensamento mitológico é reproduzido nos Livros de Salmos e Yeshayahu (Isaías):

Sl 74:14 Tu esmagaste as cabeças do leviatã, e o deste por mantimento aos habitantes do deserto.

Is 27:1 Naquele dia YHWH castigará com a sua dura espada, grande e forte, o leviatã, a serpente fugitiva, e o leviatã, a serpente retorcida; e matará o dragão, que está no mar.

Existia na antiguidade a crença popular no dragão que engole o sol, bem como a mitologia literária do monstro primevo que ameaça a ordem novamente em tempos escatológicos (cf. Is 27:1; Ap 20: 1-3). 

Leviatã é o nome de uma serpente marinha mitológica ou dragão, personificando as águas do caos, mencionado nos textos ugaríticos, no Tanach e na literatura judaica posterior. Etimologicamente, o nome significa “um que se torce”, como convém a uma serpente.

Em textos ugaríticos, o nome da criatura é “Litan” (= Leviatã), que é derrotado por Baal da seguinte forma: 

“Porque você feriu Litan, a serpente retorcida, (e) acabou com a serpente torta, o tirano com sete cabeças, os céus se tornarão quentes (e) brilharão”. 

No épico de Baal, também encontramos a deusa Anat (consorte de Baal) alegando ter derrotado Litan (= Leviatã), entre outras criaturas mitológicas:

“Certamente eu levantei o dragão, eu … [e] feri a serpente retorcida, o tirano com as sete cabeças”.

Os cananeus criam em um conflito cósmico entre os poderes antes da criação do mundo, e que Baal tenha derrotado Leviatã.

Para os pagãos, Leviatã foi derrotado por Baal ou Anat. Para o povo de Israel, quem derrotou Leviatã foi HaShem!

O Salmo 74 demonstra a vitória de YHWH sobre o Leviatã:

Sl 74:14 Tu esmagaste as cabeças do leviatã, e o deste por mantimento aos habitantes do deserto.

Então, na mitologia pagã, Leviatã foi derrotado pelos deuses. No Tanach, quem venceu Leviatã foi YHWH. É interessante observar que o Salmo 74 está no contexto da criação (versos 12-17), e o verso 14 afirma que HaShem esmagou “as cabeças do Leviatã”. Esta passagem é iluminada por textos ugaríticos, que revelam que Leviatã tinha 7 cabeças.

Em Is 27:1, lemos sobre uma derrota escatológica de Leviatã por YHWH.

Is 27:1: Naquele dia YHWH castigará com a sua dura espada, grande e forte, o leviatã, a serpente fugitiva, e o leviatã, a serpente retorcida; e matará o dragão, que está no mar.

Impressionante é que Isaías descreveu Leviatã como a “serpente retorcida”, que é próxima à terminologia dos textos ugaríticos quando descrevem Litan (= Leviatã).

Outra referência ao Leviatã ocorre em Jó 3:8: “Amaldiçoem os que amaldiçoam o dia, os que são hábeis em despertar o Leviatã”. Essas palavras fazem parte da passagem em que Jó lamenta o dia de seu nascimento, desejando que seja coberto de trevas. Ou seja, Leviatã representa as trevas, o mal!

O Leviatã também é mencionado na literatura judaica posterior. 

Por exemplo, em 2 Esdras 6: 49–52, 2 Baruch 29: 4 e 1 Enoque 60: 7–9, 24, Leviatã e Behemot devem ser devorados no banquete messiânico. 

2 Esdras 6 sobre a criação de HaShem:

49 “Então você manteve em existência duas criaturas vivas; aquela que você chamou de Behemot e o nome do outro é Leviatã. 

50 E vocês se separaram um do outro, pois a sétima parte onde a água tinha sido juntada não poderia conter os dois. 

51 E você deu a Behemot uma das partes que havia secado no terceiro dia, para viver nela, onde há mil montanhas; 

52 mas ao Leviatã deste a sétima parte, a parte aquosa; e você os guardou para serem comidos por quem quiser e quando quiser.

2 Baruch 29 (no contexto da vinda de 12 calamidades e da vinda do Mashiach):

4 E Behemot se revelará de seu lugar, e Leviatã virá do mar, os dois grandes monstros que eu criei no quinto dia da criação e que os guardei até aquele momento. E eles serão nutritivos para todos os que restarem.

1 Enoque 60:

7 Naquele dia, dois monstros serão separados – um monstro, uma fêmea chamada Leviatã, para habitar no abismo do oceano sobre as fontes de água; 

8 e (o outro), um macho chamado Behemot, que segura seu peito em um deserto invisível cujo nome é Dundayin, a leste do jardim do Éden, onde os eleitos e os justos habitam, onde meu avô foi levado, o sétimo de Adão, o primeiro homem que o Senhor dos Espíritos criou. 

9 Então eu perguntei ao segundo anjo para que ele me mostrasse (quão) fortes são esses monstros, como eles foram separados neste dia e foram lançados, um nos abismos do oceano, e o outro no deserto seco.

(…)

24 E o anjo da paz que estava comigo disse-me: Estes dois monstros estão preparados para o grande dia do Senhor, quando se transformarão em comida.

Em Apocalipse, o Leviatã é uma alusão ao mostro mitológico com sete cabeças, e que está associado a HaSatan.

Ap 12 (Peshitta):

3 E foi visto outro sinal no céu, e eis que  [vi] um grande dragão de fogo, que tinha sete cabeças, e dez chifres, e sobre suas cabeças sete coroas.

Ap 13 (Peshitta):

1 E eu estava em pé sobre a areia do mar. E vi subindo do mar uma criatura que tinha dez chifres e sete cabeças, e sobre os seus chifres dez coroas, e sobre as suas cabeças um nome de blasfêmia. 

Ap 17 (Peshitta):

3 E ele me levou em espírito a um deserto, e vi uma mulher que estava sentada sobre a criatura vermelha, que estava cheia de nomes de blasfêmia, e tinha sete cabeças e dez chifres.

Apocalipse 20 (Peshitta):

1 E vi outro anjo que desceu do céu, que tinha a chave do abismo e uma grande corrente em sua mão.

2 E ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o acusador e HaSatan, e amarrou-o por mil anos.

3 E o lançou no abismo e fechou e selou sobre ele, para não enganar novamente todas as nações. Após estes  [mil anos], ele deve libertá-lo por pequeno tempo.

Compare o texto acima de Ap 20:2 com:

Is 27:1 Naquele dia YHWH castigará com a sua dura espada, grande e forte, o leviatã, a serpente fugitiva, e o leviatã, a serpente retorcida; e matará o dragão, que está no mar.

Maharal de Praga explica que Leviatã representa as forças do mal.

Segundo o Talmud, Bava Batra 74b, e o pensamento rabínico, Leviatã é um monstro marinho criado no quinto dia da criação. Com a vinda do Mashiach, Leviatã será morto e sua carne será servida na festa dos justos no Mundo Vindouro, e a pele do Leviatã será usada para cobrir a tenda onde ocorrerá o banquete.

Don`t copy text!